quarta-feira, 2 de junho de 2010

Passarinho gordo



se "eles passarão e eu passarinho"
como ser leve e voar devagarinho?
qual peso devo largar
para poder voar?

o que me prende?
o que me importa?
qual é a porta?
que desentope a aorta?

com "pó de pirlimpimpim"
será que é assim?
pensarei em coisas boas
ficarei mais a toa...

nada é por a toa
ninguém é ateu
somos você
e eu?

as dúvidas me inspiram
o caminho me faz pensar
as estrelas hão de iluminar
meu voo lunar.

7 comentários:

Elaine Barnes disse...

Voar e voar nos sonhos e esytar na Terra para contemplar os donos dos voos mais lindos;os passarinhos!
Gaiolas abertas,mas, para onde ir?
Amei! Montão de bjs e abraços

Sandra Botelho disse...

E a liberdade...
Que faz refem até os passarinhos...
Bjos achocolatados

Sandra Botelho disse...

E a liberdade...
Que faz refem até os passarinhos...
Bjos achocolatados

♥ Lady ♥ disse...

com "pó de pirlimpimpim"
será que é assim?
pensarei em coisas boas
ficarei mais a toa...
Palavras doces, nos fazem viajar nas asas da imaginação e dos sonhos de liberdade...
Lindo!
Tenha uma ótima quinta.
Carinhosamente, Lady.
Bj

Maris Morgenstern disse...

acho que o me prende são as próprias unhas do passarinho

Suzi disse...

Poema bonito =]

[ rod ] ® disse...

Tantas dimensões e um único sentido. Tantas percepções e o querer enviesado ao canto cantado e o surdo ouvido!

Abs meu caro e obrigado.