segunda-feira, 18 de maio de 2009

Sobre o espaço tempo de uma tarde


na fração atemporal do mundo
em um quarto de segundo
atonito em seu olhar
nao posso acordar

entrega e prazer
como se não fosse a primeira vez
em um momento de insensatez

estou cercado pelo barulho
me preparando para voar
quero muito me reconectar
com você, ah você...

loucura manhosa
gata dengosa
se aninha em meu peito
me entrego, não tem mais jeito

as horas fogem dos meus dedos, juntos estamos
as horas que não passam, juntos esperamos!

4 comentários:

Anna disse...

Caramba! Que poema mais apaixonado!

Cavaleiro dos Dragões disse...

Gostou? Ou só achou apaixonado ?
beijos

Anna disse...

Gostei muito!!

Danuzinha disse...

Hummm..que bem ver você assim apaixonado...feliz...